Loading...

SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, COMBATE À FOME E POLÍTICAS SOBRE DROGAS
DO ESTADO DE PERNAMBUCO

    Sobre o 13º do Bolsa Família

    Consulte aqui sua situação do 13º do Bolsa Família

    O QUE É O PROGRAMA?

    O 13º do Bolsa Família é um programa criado pelo Governo de Pernambuco e coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança, Juventude e Prevenção à Violência e às Drogas. A iniciativa concede anualmente uma parcela extra aos beneficiários do Bolsa Família em Pernambuco. Em 2023 aproximadamente 1.077.294 famílias serão atendidas pelo programa.

    QUEM VAI RECEBER EM 2023?

    Todos os beneficiários cadastrados no programa e que tenham recebido o Bolsa Família, o Auxílio Emergencial ou o Auxílio Brasil por, pelo menos, seis meses de 2022, intercalados ou consecutivos.

    Para receber o 13° do Bolsa Família 2023, a família deve estar inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com dados corretos e atualizados, e estava ativa no Programa Auxílio Brasil  em 31 de janeiro de 2023.

    Além disso, é necessário atender às seguintes condições:

    • A família deve possuir uma renda mensal de, no máximo, R$ 218 por pessoa. Ou seja, toda a renda recebida pela família por mês, quando dividida pela quantidade total de pessoas cadastradas da família, não pode ultrapassar o valor de R$ 218.
    • A família deve ter recebido no mínimo 6 (seis) parcelas do pagamento do Auxílio Brasil em 2022.
    • Uma revisão da base de beneficiários do CadÚnico foi realizada, como medida de caráter técnico, visando salvaguardar o programa para que ele cumpra o seu objetivo social. Por essa razão, para receber o benefício a família precisa ter seu cadastro avaliado sem inconsistências após a revisão.

    DE QUANTO FOI O AUXÍLIO?

    A iniciativa concedeu, em 2023, uma parcela extra do benefício de até R$ 150,00.

    COMO PARTICIPAR?

    Para participar do Programa, não é necessário fazer inscrição ou adesão. Basta ser beneficiário do Bolsa Família e estar regular com as exigências do programa federal.

    QUEM FAZ PARTE DO PROGRAMA HÁ POUCO TEMPO FICA DE FORA DO BENEFÍCIO?

    O benefício é garantido para os que estejam vinculados ao programa com mínimo de meses exigidos em 2022, que é de seis meses.

    QUANDO SERÁ EFETUADO O PAGAMENTO?

    O pagamento da parcela extra foi realizado de acordo com o dígito final do Número de Identificação Social (NIS) do beneficiário:

    NIS com final 1: 19 de junho de 2023
    NIS com final 2: 20 de junho de 2023
    NIS com final 3: 21 de junho de 2023
    NIS com final 4: 22 de junho de 2023
    NIS com final 5: 23 de junho de 2023
    NIS com final 6: 26 de junho de 2023
    NIS com final 7: 27 de junho de 2023
    NIS com final 8: 28 de junho de 2023
    NIS com final 9: 29 de junho de 2023
    NIS com final 0: 30 de junho de 2023

    EM 2023, HAVERÁ PAGAMENTO DE PARCELA RESIDUAL?

    Sim, o pagamento da parcela residual para quem não recebeu o benefício no calendário normal de pagamento ocorrerá no mês de outubro.

    MAIS INFORMAÇÕES:

    OUVIDORIA – 162

    Horário de funcionamento: Segunda a sexta, das 7h às 19h